Rádio Educadora
Está Tocando Agora

CORAÇÃO SERTANEJO

até as 23:59
NOTÍCIAS

Postado em: 07/11/2023 às 09:59
0 Visualizações

Excesso de velocidade foi a principal infração nas rodovias estaduais durante Operação Finados


Foto:

Coordenada pelo Batalhão de Polícia Rodoviária, da Polícia Militar do Paraná, a Operação Finados, entre os dias 1 e 6 de novembro, registrou 5.727 imagens de radar com veículos em excesso de velocidade, demonstrando a intensidade das operações de combate ao desrespeito às regras de trânsito.

“Através do BPRv, intensificamos o policiamento nas rodovias estaduais com ações preventivas e de fiscalização. A imprudência dos motoristas, infelizmente, ainda é constatada no local desses acidentes que o batalhão atende, razão pela qual é necessário intensificarmos cada vez mais”, disse o subcomandante do BPRv, major Gustavo Dalledone Zancan.

Em uma única operação com o aparelho radar no dia 1º de novembro, na PR-445, em Londrina, no Norte, 315 veículos foram flagrados em excesso de velocidade em um período de apenas duas horas. A maior velocidade registrada nessa operação foi de 116 km/h, bem acima do limite máximo permitido na via, de 70 km/h.

No período do feriado prolongado houve 56 acidentes nas rodovias estaduais, com 39 feridos e 13 mortes. Não é possível fazer uma comparação direta com o mesmo período do ano anterior, uma vez que em 2022 não houve o feriado prolongado que marcou este ano.

As operações de fiscalização com aparelho de etilômetro resultaram na abordagem de 2.692 veículos e na emissão de 1.885 autos de infração por diversas violações do Código de Trânsito Brasileiro. Destes, 16 autos foram lavrados por embriaguez ao volante, levando a 6 prisões pelo crime de embriaguez.

No combate ao crime nas rodovias, a operação também apreendeu 1,3 tonelada de drogas nas cidades de Santa Helena, no Oeste, e Cruzeiro do Oeste, no Noroeste.

As equipes trabalharam atentas nas rodovias também em virtude da grande quantidade de chuva em todo o Estado. Os policiais atuaram diretamente visando a desobstrução e sinalização de locais com alagamentos, desmoronamentos e deformidades nas pistas.

Fonte:AEN

Compartilhe essa Notícia